Notícias

Entenda os tipos e diferenças de Colorantes no mercado Plástico

Verde, Vermelho e Amarelo. Essas são algumas das cores que peças plásticas podem apresentar em brinquedos, potes, móveis, utensílios e demais artigos. A matéria-prima responsável por disponibilizar cores alegres e vibrantes ao produto plástico são os colorantes.

Colorantes são substâncias usadas para conferir cor a um substrato, obtidas através de diversos processos e fontes. Podemos classificar os colorantes em dois principais tipos: pigmentos e corantes. Cada um dos tipos, possui características e propriedades especificas e a definição do uso normalmente é realizada por um profissional especializado na área,  conhecido como colorista.

Abaixo, separamos uma definição de cada um deles:

Pigmentos - Compostos orgânicos ou inorgânicos insolúveis em materiais plásticos e normalmente fornecidos como aglomerados de pó.

Existem 2 principais tipos de pigmentos classificados a partir de sua estrutura química.

A tabela a seguir compara as características e propriedades gerais de pigmentos orgânicos e pigmentos inorgânicos:

Propriedades e Características

Pigmento Inorgânico

 

Pigmento Orgânico

Transparência

Opaco

Translúcido

Dispersibilidade

Fácil

Difícil

Estabilidade à Luz

Excelente

Limitada

Estabilidade Térmica

Excelente

Limitada

Brilho

Baixo

Alto

Poder Tintorial

Baixo

Alto

Resistência à Migração

Alto

Baixo

 
 

É importante destacar que cada pigmento apresenta características e propriedades específicas, logo é imprescindível analisar cada pigmento de forma individual. Entretanto, a tabela acima pode ser utilizada como uma referência aplicável para a maior parte dos pigmentos em geral.

Corantes - Compostos orgânicos solúveis em materiais plásticos e normalmente fornecidos como aglomerados de pó.

Em geral, os corantes apresentam excelentes propriedades técnicas como estabilidade à luz, estabilidade térmica e poder tintorial. Outra característica bastante reconhecida entre os corantes é a transparência, fator que impulsiona seu uso em peças decorativas e embalagens. Além disso, também é comum a utilização de corantes em plásticos de engenharia, devido a sua excelente resistência química e térmica.

Os colorantes têm uma classificação reconhecida mundialmente que é o "Color Index". A classificação é usada para identificar as substâncias no mercado.

A tabela a seguir apresenta exemplos de colorantes utilizados em materiais plásticos:

Pigmentos Inorgânicos

Pigmentos Orgânicos

 

Corantes

Pigment Blue 29

Pigment Yellow 191

Solvent Yellow 14

Pigment White 6

Pigment Yellow 181

Solvent Orange 60

Pigment Violet 15

Pigment Blue 15.0

Solvent Red 195

Pigment Yellow 42

Pigment Green 7

Solvent Red 179

 

A incorporação e dispersão destes colorantes em materiais plásticos exigem processos específicos que geralmente são realizados por empresas produtoras de Masterbatch, que são concentrados de cor.

Os produtores de Masterbatch têm o importante papel de misturar diversos colorantes em uma única formulação em busca de obter determinada tonalidade final. Além disso também são responsáveis por realizar os processos de incorporação e dispersão dos colorantes e demais aditivos, garantindo ao transformador de artigos plásticos a estabilidade de cor no processo produtivo de artigos finais.

Por fim, é importante considerar que a seleção do colorante correto para cada aplicação é essencial para segurança e desempenho técnico final. As informações devem ser compartilhadas com os fornecedores de matérias-primas durante o desenvolvimento do produto, a fim de certificar o uso correto.

A quantiQ distribui matérias-primas para o mercado de plásticos. Para saber mais, entre em contato através do e-mail plastico@gtmchemicals.com

Este artigo foi escrito pelo nosso colaborador Leandro Souza, gerente comercial do mercado de Plástico.

 

Principais fontes:

CROMEX S.A. Bastidores da cor. 2005.

FAZENDA, Jorge M. R. Tintas e vernizes. São Paulo: ABRAFATI, 2005

RABELLO, Marcelo S. Aditivação de Polímeros. São Paulo: Artliber, 2000.